quarta-feira, agosto 08, 2007

A pastelaria da R.

As malas aviadas ficaram aviadas a um canto. Nem lhes tocou! Preferiu regar flores e árvores e criar um negócio próprio para exploração.

Assim, quando inaugurou, a Pastelaria da R. tinha iguarias várias muito requintadas que passo a citar:
da esquerda para a direita, deliciosos brigadeiros de terra e água, fruta caramelizada em formato de pedras da calçada, creme de terra e água, pétalas rosas de açucar cristalizado, lascas de tronco de árvore e folhas secas para polvilhar e pastilha elástica de esponja.

Escusado será dizer que passei grande parte da tarde a fazer caixas de pastelaria em papel de jornal, tal era o número de encomendas e depois foi vê-la brincar com a minha avó de 88 anos:

- D. Elvira quantos brigadeiros quer?
- 4, por favor.

- Muito obrigada, D. Elvira. Vou anotar aqui no meu bloco ... D.Elvira ... 4 brigadeiros ...
- Não é necessário anotar, minha senhora. Eu vou pagar!

- É melhor anotar D. Elvira, preciso de ficar aqui com o seu registo!

Fiquei a pensar na quantidade de brinquedos que tem, na quantidade de brinquedos que levou e na facilidade com que os ignorou e preferiu brincar de improviso. Depois também me lembrei das "mousses de chocolate" que eu fazia com a terra dos vasos e que dava a provar ao meu irmão!

Pelos vistos, esta pastelaria é um negócio de família que temos preservado ao longo dos anos!

4 comentários:

macati disse...

já eu além dos 4 brigadeiros, queria também daquele creme de chocolate! ainda tem? é que eu vim de tão longe para esta iguaria!
ainda bem que ela consegue usar a imaginação e ocupar-se sem precisar de outros brinquedos, ainda por cima, interage com outras pessoas e já está a preparar-se quando for grande!!! afinal, quero 7 brigadeiros, vou comer alguns pelo caminho!
:)

Gotinha disse...

Hummm.... tudo delicioso!!!
:-)

Pestinha disse...

Olá Carla,

Estive a dar uma espreitadela grande no blog e adorei cada pecinha que vi...

Gostaria que aceita-se um desafio que lancei no blog http://omeucantinhomsnc.blogspot.com/.

Continuação de um bom trabalho,
beijos

Mané disse...

Mãe e filha, qual delas a mais criativa? E a poesia com que a tua filha lê o mundo e a poesia com que tu lês a tua filha é a verdadeira alma deste blog.